terça-feira, 26 de abril de 2011

O Concretismo no livro Circo de Palavras

               Como já sabemos, o concretismo é o estilo de fazer poesia diferente dos padrões dos versos tradicionais .Ele  explora a  sonoridade, a aparência visual e os diversos sentidos  das palavras. No livro  que estamos trabalhando, Circo de Palavras, Millôr Fernandes utiliza essa tendência  para gerar humor e ampliar o sentido de seus textos.  Podemos observar as características concretistas nos textos Poesia Cinética I e Poesia Cinética II, em que Millôr faz uma  ligação com o  conteúdo  do texto  e  o  título,  já que o mesmo  relaciona-se a movimento.
              Em Poesia Cinética I, o autor se utiliza da maneira como as palavras  estão dispostas na página para fazer o leitor visualizar o movimento de um homem bêbado e também como esse indivíduo percebe o mundo à sua volta. O arranjo das palavras para  gerar movimento  é feito semelhantemente em Poesia Cinética II, que transmite ao leitor a escada na qual o personagem sobe para encontrar a amada. Além disso, esse texto também expõe o movimento do apaixonado rolando quando ele é surpreendido pelo pai da garota. Observe essas duas poesias abaixo:

Poesia Cinética I

Poesia Cinética II



Aproveitando a postagem de Rebeca (que contém o tipo tradicional e o concretista de fazer poesia) e as informações dessa postagem, exponha sua opinião a respeito da discussão que a Professora Helena levantou em sala: Qual é o tipo de poesia que tem o maior grau de elaboração: a tendência tradicional ou a concreta?  Veja as poesias que estão no blog para mostrar seu ponto de vista.

Fonte: Livro Circo de Palavras, páginas 37 e 38.

Postado por: Thayana Maria Navarro Ribeiro de Lima

4 comentários:

  1. Ótimo post, estava com algumas dúvidas sobre esses poemas do livro, mas agora entendi tudo! Obrigada!

    ResponderExcluir
  2. Acho a tendência concreta mais elaborada porque o autor se concentra não só no sentido do texto e na coesão mas também na sonoridade e estrututra.
    Gostei do post! :)

    Débora

    ResponderExcluir
  3. a poesia concreta, concerteza, pois o autor deve prestar bastante atenção na forma como ele está fazendo-a e ainda colocar um pouco de mistério para ser desvendado pelos leitores que é o mais divertido da poesia concreta! além de que, nessa, o autor tem que elaborar um jogo de palavras e a sonoridade delas.

    ResponderExcluir
  4. Nas poesias cinéticas o que está mais em evidência é a aparência visual dando ideia de "movimento" dos vocábulos conforme o contexto da poesia.E como podemos perceber,as poesias deste post apresentam diferentes tipos de movimentos relacionados aos seus contextos.

    Guilianne Morón

    ResponderExcluir